terça-feira, 25 de agosto de 2015

Peixe frito á moda de Aldeia do Bispo do Campo

 Este prato podia se chamar peixe frito á moda da minha mãe , mas sendo ela  de Aldeia do Bispo do campo  concelho de Penamacor, terra de muito boa mão  para cozinha e onde sabem usar os produtos que o campo dá como ninguém  !Atrevo-me a dizer que em Aldeia do Bispo do Campo se saboreia a melhor sopa de feijão verde com segurelha . Dizia ela que não havia aldeia mais linda e asseada ,e que as pedras da calçada falavam  e que riam-se para ela  .A minha tia Reis  a, tia Nazaré ,a tia Maria e a  minha mãe Celeste  nasceram e foram criadas em Aldeia Do Bispo e como todas as gentes desta terra   não fugiram á regra pois eram   excelentes  cozinheiras , lembro que guisavam carne como ninguém  ,e as sopas como tudo o resto eram sublimes . Aprenderam com a melhor de todas , com a mãe delas a minha avó Augusta .
Tenho na memória o  aroma e o sabor da sua comida., e a sopa de tomate que avó fazia ! como seria a receita ? ! Já tentei varias receitas de sopa de tomate mas não consigo nem sequer aproximar-me da dela .
 E que pena eu tenho de não ter aprendido a arte delas  e de não ter feito todas as perguntas que eram a chave de tudo, mas o gosto pela cozinha esse eu herdei .Fica assim a minha singela homenagem á Aldeia do Bispo e á minha família .

Receita :
1- Salpica-se de sal o peixe , passa-se por farinha e frita-se (usei peixe vermelho ).
2-  O óleo onde se fritou o peixe deita-se  fora , e na mesma frigideira deita-se azeite  leva-se a refogar uma cebolo as rodelas ,  um pimento vermelho cortado as tiras , alhos e uma folha de louro. Depois de a cebola estar macia tempera-se com um pouco de sal e adiciona-se vinagre, e deixa-se ferver mais um pouco . Disponha o peixe numa travessa deite todo o preparado em cima .
Use  bastante azeite para refogar a cebola , pois vai servir para regar as batatas e os legumes

  
                                                                                                             Felicidades para todos
                                                                                                                  Maria da Graça Taborda
M

1 comentário: